Desvendando a Gamificação nas Trilhas de Aprendizagem

Gamificar as trilhas de aprendizagem é mais barato do que desenvolver jogos corporativos e pode entregar resultados tão positivos quanto. Está pronto para começar?
fundo-verde-pequeno

Receba conteúdos gratuitos no seu e-mail

fundo-roxo-peqeno
Desvendando a Gamificação nas Trilhas de Aprendizagem

O ano é 2013 e só falam nela: a febre do Candy Crush, o jogo para celular que em menos de um ano conquistou mais de 50 milhões de jogadores. Um aplicativo que fez – e ainda faz – muita gente passar horas jogando sem nem perceber, devido as mecânicas de engajamento que usa. As mesmas que também podemos aplicar no T&D. Especialmente quando usamos a gamificação nas trilhas de aprendizagem!

Leia mais:

O uso da mecânica dos jogos, como rankings, pontuações, missões e entregas de brindes não são novidade para o T&D, já que é um método eficaz de gerar engajamento e motivação nos alunos. Quando aplicado nas trilhas de aprendizagem, a gamificação não só captura a atenção do colaborador e auxilia na absorção do conhecimento, como entrega educação continuada de forma menos “dolorosa”.

Afinal, todo processo de aprendizagem tem suas dores, e encontrar maneiras de minimizá-las só colabora para o bom desempenho do aluno e resultados positivos da ação de T&D. Continue lendo e entenda como é possível aplicar a gamificação nas trilhas de aprendizagem!

Por que usar a gamificação nas trilhas de aprendizagem?

As trilhas de aprendizagem são uma das melhores formas de oferecer aprendizagem continuada. Seja através das trilhas lineares – onde o aluno tem uma sequência de ações que devem ser seguidas na ordem – ou não-lineares – onde o aluno pode seguir a sequência que desejar – elas oferecem uma oportunidade de aprender algo novo todo dia.

No entanto, não é raro que as ações comecem a parecer só mais uma obrigação diária do colaborador, o que dificulta seu comprometimento, engajamento e motivação com o treinamento. Assim, quando incluímos a gamificação nas trilhas de aprendizagem, possibilitamos uma interação mais descontraída e leve.

Além disso, a estratégia de gamificação nas trilhas de aprendizagem permite que o T&D consiga mensurar os resultados com mais facilidade. Isso porque, por ser uma ação digital, todos os dados da interação ficam salvos. Assim, colaborando para uma visão clara e objetiva dos resultados de cada aluno e como ele chegou ali.

Quais funcionalidades da gamificação podemos usar nas trilhas de aprendizagem?

Antes de começar é importante lembrar que a gamificação não é jogo. Portanto, quando falamos em gamificar uma trilha de aprendizagem, não estamos falando em transformá-la em um jogo corporativo – embora seja possível incluir eles nas trilhas, de acordo com as suas necessidades.

A gamificação nas trilhas de aprendizagem se dá através da utilização de mecânicas dos jogos aplicadas a jornada, não necessariamente dentro de cada uma das ações, como explicamos mais abaixo:

1 – Storytelling

A intenção ao usar o storytelling é criar uma narrativa que aproxime o aluno da ação de T&D, fazendo com que ele se conecte a ela. Ou seja, é desenvolver uma história por trás da jornada dele ao longo da trilha de aprendizagem, que tenha um objetivo além da pura capacitação.

Por exemplo, ao aplicar as técnicas de storytelling na trilha, o aluno deixa de ser apenas um colaborador em capacitação da sua empresa e torna-se Frodo Bolseiro. E cada fase e missão que ele completa, cada ponto que acumula, o deixa mais perto de Mordor e do seu objetivo.

2 – Ranking

No fundo, todos nós somos um pouco competitivos. Então por que não usar isso ao seu favor durante o desenvolvimento das trilhas de aprendizagem? Crie um sistema de pontuação e exiba as maiores em um ranking. Assim, estimulando uma competição saudável entre os alunos, que darão o seu melhor para subir de posição.

Mas lembre-se: é importante que apenas os mais bem colocados apareçam – opte por um top 5 ou top 10, caso seja uma turma grande. Exibir as menores pontuações pode constranger os alunos e desestimular sua participação na atividade.

Construa trilhas gamificadas com os quadros do Design de Jornada de Aprendizagem

3 – Pontuação

Quando você aplica a gamificação nas trilhas de aprendizagem, pode desenvolver um sistema de pontuação para o seu ranking – conforme comentamos acima. O próprio LMS pode fazer a contagem, baseada na forma como você definiu que ela deve acontecer.

Por exemplo: seu aluno ganha quantos pontos a cada etapa concluída? Quais etapas serão pontuação: a finalização de um treinamento? Cada avaliação que for respondida? Com esse sistema definido você será capaz de montar o ranking, seja de forma otimizada em um LMS ou manualmente.

4 – Missões

Dividir os treinamentos e as etapas da trilha de aprendizagem em Missões é uma maneira de direcionar os seus alunos, deixando claro os objetivos que ele precisa alcançar para vencer, igual é feito nos jogos.

Assim, pense no objetivo geral de cada capacitação. O que o seu aluno precisa aprender? Que habilidade ele precisa desenvolver? Qual a mudança de comportamento necessário? Encaixe isso no storytelling e desenvolva cada uma das Missões de forma objetiva e alcançável para os colaboradores.

5 – Fases

Outra ideia interessante dos jogos que pode ser aproveitada nas trilhas de aprendizagem são as fases. Se você já jogou qualquer videogame do fim dos anos 90 e início dos anos 2000, lembra muito bem que na maioria deles era necessário “passar” uma fase para desbloquear outra, certo?

O mesmo pode ser feito nas suas trilhas de aprendizagem. Agrupe missões no formato de fases para estimular o aluno a ir cada vez mais longe na sua jornada de ensino. Assim, você promove a verdadeira educação continuada, onde ele sempre tem algo novo para aprender.

6 – Desbloqueio de recompensas

Por fim, outro recurso dos jogos para usar nas suas trilhas de aprendizagem são as recompensas. Esses brindes trazem uma sensação de satisfação para o aluno, que o estimula a continuar avançando pelas fases e missões.

Além disso, também é possível variar bastante nas recompensas, oferecendo desde troféus a chocolates e até mesmo outras ações de treinamento e desenvolvimento que possam ajudá-los a seguir desbloqueando as próximas fases.

Comece a usar gamificação nas trilhas de aprendizagem da sua empresa!

Agora conta pra gente: o que achou da ideia de gamificar as trilhas de aprendizagem? Dar esse passo nas suas ações de treinamento e desenvolvimento com certeza trará muitos benefícios e resultados positivos. Então que tal começar logo?

Aqui na Evolke nós somos especialistas em educação corporativa e gestão do conhecimento. Ajudamos empresas em suas jornadas de aprendizagem há mais de 10 anos e podemos te auxiliar no desenvolvimento de trilhas gamificadas! Clique no botão abaixo para uma conversa descompromissada com um dos nossos especialistas:

Fale com os nossos especialistas sobre a gamificação nas trilhas de aprendizagem

fundo-6
detalhe-5

Peça uma demonstração

Por que escolher
a Evolke

Dimensionamos as reais demandas educacionais da sua organização para agilizar o proceso de escolha da melhor solução.

+10 mil

colaboradores
capacitados

invesmento
médio inferior a

R$10

por colaborador

facilitando o
T&D desde

2012

fundooo-5
fundo-6