O que você precisa saber para produzir treinamentos obrigatórios na Universidade Corporativa

Diferente dos demais treinamentos corporativos, as capacitações obrigatórias precisam seguir as regras definidas pela Norma Regulamentadora 1. Do contrário, as empresas ficam sujeitas a multas e até interdições!
fundo-verde-pequeno

Receba conteúdos gratuitos no seu e-mail

fundo-roxo-peqeno
Você sabe como criar treinamentos obrigatórios?

Você aí, que quer treinar seu time de saúde e segurança do trabalho com a praticidade de uma plataforma LMS: sabia que existem regras para que isso possa acontecer? Oferecer treinamentos obrigatórios por EaD na universidade corporativa exige alguns cuidados. Ou você corre o risco de levar uma multa!

Leia mais:

É isso mesmo, você não leu errado. Na área de saúde e segurança do trabalho, todos os treinamentos precisam seguir as diretrizes das NRs – as normas regulamentadoras, que tem peso de lei. Portanto, ignorar o que elas falam e construir ações de capacitação que não estão nos conformes pode custar caro para a empresa. Como, por exemplo, receber uma multa ou ter máquinas, setores e até mesmo toda a organização interditada!

Mas calma. Se você ainda não sabe como é possível produzir treinamentos obrigatórios para a universidade corporativa em conformidade com a legislação, nós te explicamos! Juntamos toda a nossa expertise em educação corporativa + nossa experiência desenvolvendo uma UC focada em saúde e segurança do trabalho nesse artigo para te ajudar na sua jornada de capacitação.

O que são treinamentos obrigatórios?

Os treinamentos obrigatórios (ou treinamentos normativos) são aqueles exigidos por lei para o desempenho de determinadas funções. Por exemplo: trabalho com máquinas, em altura, em espaços confinados, com sistemas elétricos, entre outros.

Eles existem para garantir que os trabalhadores que desempenham essas funções estejam bem preparados. Além disso, para informar sobre os riscos e as melhores práticas, e compreendam a importância de usar os EPIs (equipamentos de proteção individual) e EPCs (equipamentos de proteção coletiva) de forma correta.

Esses treinamentos obrigatórios são regidos pelas Normas Regulamentadoras (NRs) que ditam a necessidade de cada um deles. Atualmente, na área de saúde e segurança do trabalho existem 36 NRs em vigência. Destas, 14 exigem capacitações para serem executadas, sendo que 3 delas são obrigatórias para todos os trabalhadores:

  • Disposições gerais (NR 1): ela diz que a empresa precisa deixar claro para o trabalhador os riscos aos quais ele está exposto em seu ambiente de trabalho e garantir que ele saiba o que precisa para prevenir acidentes e doenças do trabalho.
  • CIPA – Comissão Interna de Prevenção a Acidentes (NR 5): ela fala especificamente sobre a constituição da CIPA. Além disso, dita como a empresa deve montar um planejamento em concordância com suas características.
  • PCMSO – Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (NR 7): que dispõe sobre treinamentos de primeiros socorros para todos os colaboradores da empresa.

Além disso, a NR 1 também dá as diretrizes para o treinamento legal de SST através do EaD. Portanto, para treinar os funcionários que trabalham com sistemas elétricos, é necessário seguir as diretrizes da NR 10 e também da NR 1.

Tudo sobre a Norma Regulamentadora 1

A Norma Regulamentadora 1 é a responsável por regularizar e legalizar os treinamentos obrigatórios por EaD aqui no Brasil. Publicada em 2019, ela sucede a Nota Técnica 54, que já previa algumas regras para a disponibilização dos cursos de SST a distância.

A NR 1 não é uma lei. No entanto, ela tem o peso de uma. Portanto, quando uma empresa descumpre suas diretrizes no que diz respeito a capacitação remota de seus colaboradores de SST, está sujeita a multas e interdições por parte dos fiscais.

Sendo assim, é melhor não correr riscos, não é? Assim, separamos todos os pontos que as empresas precisam seguir para oferecer treinamentos obrigatórios por EaD sem correr riscos de multas e passivos trabalhistas, ou de colocar em risco a saúde e segurança de seus colaboradores. Por isso, a empresa deve:

  • Usar um LMS ou AVA para fazer as capacitações remotas;
  • Fazer registro dos logs dos alunos por até 02 anos;
  • Manter um registro da execução do treinamento por até 02 anos;
  • Guardar o resultado das avaliações dos alunos por até 02 anos;
  • Respeitar as orientações da NR específica em caso de treinamentos práticos presenciais;
  • Promover interação entre alunos e objetos de aprendizagem;
  • Ter um canal de esclarecimento de dúvidas entre aluno e instrutor aberto por todo o período de duração do treinamento;
  • Possuir um projeto pedagógicos;
  • Revisar o projeto pedagógico de cada treinamento a cada 02 anos (ou em caso de alteração das NRs);
  • Disponibilizar os projetos pedagógicos para inspeção do trabalho, representação sindical e CIPA;
  • Entregar todos os recursos tecnológicos necessários para a realização do treinamento;
  • Garantir que o trabalhador não fará o treinamento enquanto trabalha;
  • Realizar a verificação da aprendizagem com resultados satisfatórios e insatisfatórios;
  • Ter um LMS que favoreça a gestão, transmissão de conhecimento e aprendizagem.

Treinamentos obrigatórios: próprios ou de prateleira?

Como você pôde notar no item anterior, existem uma série de regras que é preciso cumprir para que os treinamentos obrigatórios possam ser executados através do um LMS. Além disso, é necessário pensar no engajamento e motivação do aluno. Ou seja, é preciso pensar em objetos de aprendizagem que fujam de lugares comuns e ofereçam mais interatividade, envolvimento e retenham melhor a atenção.

Somando tudo isso, os custos de produção de treinamentos obrigatórios podem ficar mais elevados do que a maioria das organizações consegue arcar. Sendo assim, se esse é o seu caso, vale a pena investir em plataformas como o Sistema Escudo, uma universidade corporativa voltada para a área de Saúde e Segurança do Trabalho desenvolvida aqui dentro da Evolke!

O Sistema Escudo é a plataforma mais completa do mercado em conformidade com a legislação, oferecendo mais de 55 treinamentos em SST e QSMS-RS, todos interativos. Para engajar e motivar, o sistema faz uso de vídeos interativos, simuladores e outras tecnologias que ajudam a capacitar os trabalhadores em ambientes 100% seguros.

No entanto, se a sua empresa prefere manter um único LMS com treinamentos próprios, é muito importante acompanhar a conformidade da plataforma e dos treinamentos em cada etapa do desenvolvimento deles. Esteja ele sendo desenvolvido pela sua própria equipe ou com auxílio de uma empresa terceira.

Vai desenvolver os seus próprios cursos?

Com a experiência de desenvolver o Sistema Escudo, percebemos alguns pontos de atenção essenciais para a criação de treinamentos obrigatórios próprios, como:

  • Cuidado ao selecionar o responsável técnico por cada treinamento;
  • Garantir que todos os seus treinamentos possuam um responsável técnico qualificado para a responsabilidade;
  • Custear a disponibilidade do instrutor para sanar qualquer eventual dúvida;
  • Permanecer atento as mudanças e atualizações das NRs (e como isso impacta cada treinamento).

Portanto, nossa dica de especialista é: se você vai desenvolver seus próprios treinamentos obrigatórios, garanta que o seu time tenha bons profissionais da área de saúde e segurança do trabalho e faça um bom planejamento de cada ação.

Dessa forma, você consegue minimizar as chances de ter gastos que não estavam previstos no orçamento original ou deixar passar algum ponto importante para garantir a conformidade com a legislação e a segurança de quem será capacitado.

Precisa de treinamentos obrigatórios na sua Universidade Corporativa?

Agora que você já está por dentro de como é possível desenvolver treinamentos obrigatórios, responde a gente: está precisando incluir esses cursos na sua universidade corporativa?

Então ó: chama a gente! 🙋 Aqui na Evolke temos toda a experiência prática de desenvolver uma universidade corporativa voltada para SST e treinamentos obrigatórios, aliada a nossa expertise em educação corporativa. Estamos preparados para ajudar você a fazer a mesmo e transformar sua área de saúde e segurança do trabalho! Clique no banner abaixo e fale agora com um dos nossos especialistas.

fundo-6
detalhe-5

Peça uma demonstração

Por que escolher
a Evolke

Dimensionamos as reais demandas educacionais da sua organização para agilizar o proceso de escolha da melhor solução.

+10 mil

colaboradores
capacitados

invesmento
médio inferior a

R$10

por colaborador

facilitando o
T&D desde

2012

fundooo-5
fundo-6